Get Adobe Flash player
001_Postal
002_Postal
003_Postal
004_Postal
01 (2)
01
04
05
06 (2)
06
07 (2)
07
08
09
10
11
12 (2)
12
13
14
15
18
20
21
23
23042009069
24
25
26
27
28
29
30
31
32
33
34
35
36
38
39
40
41
42
43
44
45
A-Descri��o Ilha de Mo�ambique
B-Postal Ilha de Mo�ambique
C-Ilha de Mo�ambique
D-Ilha de Mo�ambique
E-Ilha de Mo�ambique
F-Ilha de Mo�ambique
G-Ilha de Mo�ambique
Gorongosa3b
H-Ilha de Mo�ambique
I-Ilha de Mo�ambique
J-Ilha de Mo�ambique
K-Fazenda Muchelia
L-Fazenda Muchelia
M-Fazenda Muchelia
N-Fazenda Muchelia
O-Fazenda Muchelia
P-Fazenda Muchelia
Q-Fazenda Muchelia
R-Fazenda Muchelia
S-Fazenda Muchelia
T-Fazenda Muchelia
U-Fazenda Muchelia
V-Reformados da fazenda
X-A caminho da fazenda
Z- A caminho da fazenda
ZAA- Chegada a Nampula
ZAB-Viagem Nampula-Ilha
ZAC-Viagem Nampula-Ilha
ZAD-Viagem Nampula-Ilha
ZAE-Viagem Nampula-Ilha
ZAF-Viagem Nampula-Ilha
ZAG-Viagem Nampula-Ilha
Eventos APM

Novas iniciativas da APM brevemente!

Donativos

Para promover o desenvolvimento cultural, cívico, económico e social de ambos os povos português e moçambicano torna-se necessário o seu contributo, o seu donativo, seja benemérito, apoie esta Associação transfira o seu valor pequeníssimo que seja, para as contas abaixo indicadas e dê-nos, se assim o entender, os seus elementos identificativos.

Banco Espírito Santo(BES)

 

NIB

 

0007 0404 00133490007 85

 
Ficha de Inscrição

Ficha de Inscrição para Sócios

Download versão docx

Download versão Word97/2003

    
Inicio

postheadericon Notícias

postheadericon Projecto financiado pelo FIDA para as provincias de Maputo, Gaza e Inhambane

A províncias de Maputo, Gaza e Inhambane vão servir-se proximamente de um projecto de cadeia de valor na produção de fruta e hortícolas, numa iniciativa avaliada em cerca de 18 milhões de dólares norte-americanos, a ser financiada pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrário (FIDA). O objectivo do programa, cuja duração é de cinco a sete anos, é encontrar alternativas de processamento da produção, contrariando o actual cenário em que os produtos frescos se deterioram por falta de condições de conservação. No âmbito do projecto está previsto um apoio ao sector produtivo para além da criação de condições de conservação, através da aquisição e montagem de sistemas de frio para que a produção chegue ao mercado com boa qualidade. A informação foi tornada pública em Maputo, no decurso do seminário de implementação dos projectos financiados pelo FIDA, evento que reúne cerca de 150 delegados oriundos de diversos países de África, e não só, tendo como pano de fundo a avaliação das acções financiadas pela instituição. Intervindo na abertura do evento, o Ministro da Planificação e Desenvolvimento, Aiuba Cuereneia, destacou o impacto dos projectos financiados pelo FIDA na melhoria das condições de vida da população rural, principal zona de incidência da sua acção. Desde o início das operações do FIDA em Moçambique, em 1983, foram canalizados para o país cerca de 250 milhões de dólares norte-americanos em empréstimos e fundos de comparticipação nas áreas de agricultura, mercados agrícolas, pesca artesanal e finanças rurais.“O balanço que fazemos da nossa interacção com o FIDA ao longo destes anos de cooperação é bastante satisfatório”, referiu Aiuba Cuereneia.  

 

Fonte: Noticias

 

postheadericon Cooperação entre Moçambique e Cabo Verde

Os governos de Moçambique e Cabo Verde decidiram em Maputo, instituir "consultas políticas ao mais alto nível" para impulsionar as relações económicas e empresariais entre os dois países. A decisão foi tomada durante as conversações entre os Presidentes moçambicano, Armando Guebuza, e cabo-verdiano, Pedro Pires, no âmbito da visita de Estado que o Presidente de Cabo Verde realiza a Moçambique. Falando na conferência de imprensa que se seguiu ao encontro entre Guebuza e Pires, o ministro dos Negócios Estrangeiros moçambicano, Oldemiro Baloi, afirmou que "a grande preocupação dos dois países é como fazer com que as relações económicas se aproximem o máximo possível das relações políticas"."Para isso foi proposta e acordada a passagem das comissões mistas para um nível mais alto de consultas, as chamadas consultas políticas, para permitir que a cooperação na área económica seja mais expedida e mais eficaz", disse. Também com o objectivo de dinamizar as relações económicas bilaterais, os dois governos decidiram estimular a troca de missões empresariais e incentivar a cooperação no setor do mercado de capitais, nomeadamente através das bolsas de valores dos dois países, assinalou Oldemiro Baloi. Na mesma ocasião, Sidónio Monteiro, ministro adjunto do Primeiro-ministro cabo-verdiano, manifestou "satisfação" com a elevação do diálogo por via das comissões mistas para o nível de consultas políticas, prevendo que esse passo vai aprofundar as relações económicas e financeiras. "As relações económicas e financeiras não têm tido o mesmo nível que as relações político-diplomáticas e registamos com muita satisfação o entendimento para a instituição de consultas políticas ao mais alto nível", sublinhou Sidónio Monteiro. Os dois governos assinaram também hoje um acordo para a cooperação na área da ciência e tecnologia, para intercâmbio no domínio da formação de recursos humanos e investigação.  

 

Fonte: Noticias Lusófonas

 

postheadericon Voo directo de Addis Abeba para Maputo a partir de Dezembro

A companhia aérea etíope, Ethiopian Airlines (EAL), inaugura a partir de 1 de Dezembro um voo directo de Addis Abeba para a capital moçambicana, Maputo. A Ethiopian Airlines voará para Maputo três vezes por semana, segundo o portal etíope de notícias nazret.com. Na mesma data a companhia aérea inaugura também a ligação para Bangui, na República Centro Africana, e para Malakal, no Sudão, com quatro ligações semanais. As novas rotas aumentam para 60 o número de destinos internacionais da Ethiopian Airlines, dos quais 40 são em África, segundo a mesma fonte. O aeroporto de Maputo, com um novo terminal desde sexta-feira, é ligado a Lisboa através da TAP. Em África tem ligações com Nairobi, no Quénia, Dar es Salaam, na Tanzânia, Joanesburgo e Cidade do Cabo, na África do Sul, e Luanda, em Angola. Numa recente visita de empresários chineses foi anunciada para breve a abertura da rota Maputo-Xangai.

 

Fonte: Noticias Lusófonas

 
Ver Mais...
Faixa publicitária
Publicidade
Galeria de Eventos
  • Conversa com o músico moçambicano Patxutxu:
    “ A vida de um artista Moçambicano em Portugal!”

  • Reabertura do Bar Espaço Moçambique

  • "Moçambique - Imagens de um país real..." - Exposiçao de Fotografia de Ana Rita Martins

  • "Comemoração do Dia 4 de Outubro, Dia da Paz em Moçambique e Dia 5 de Outubro, Implantação da Republica"