Get Adobe Flash player
001_Postal
002_Postal
003_Postal
004_Postal
01 (2)
01
04
05
06 (2)
06
07 (2)
07
08
09
10
11
12 (2)
12
13
14
15
18
20
21
23
23042009069
24
25
26
27
28
29
30
31
32
33
34
35
36
38
39
40
41
42
43
44
45
A-Descri��o Ilha de Mo�ambique
B-Postal Ilha de Mo�ambique
C-Ilha de Mo�ambique
D-Ilha de Mo�ambique
E-Ilha de Mo�ambique
F-Ilha de Mo�ambique
G-Ilha de Mo�ambique
Gorongosa3b
H-Ilha de Mo�ambique
I-Ilha de Mo�ambique
J-Ilha de Mo�ambique
K-Fazenda Muchelia
L-Fazenda Muchelia
M-Fazenda Muchelia
N-Fazenda Muchelia
O-Fazenda Muchelia
P-Fazenda Muchelia
Q-Fazenda Muchelia
R-Fazenda Muchelia
S-Fazenda Muchelia
T-Fazenda Muchelia
U-Fazenda Muchelia
V-Reformados da fazenda
X-A caminho da fazenda
Z- A caminho da fazenda
ZAA- Chegada a Nampula
ZAB-Viagem Nampula-Ilha
ZAC-Viagem Nampula-Ilha
ZAD-Viagem Nampula-Ilha
ZAE-Viagem Nampula-Ilha
ZAF-Viagem Nampula-Ilha
ZAG-Viagem Nampula-Ilha
Eventos APM

Novas iniciativas da APM brevemente!

Donativos

Para promover o desenvolvimento cultural, cívico, económico e social de ambos os povos português e moçambicano torna-se necessário o seu contributo, o seu donativo, seja benemérito, apoie esta Associação transfira o seu valor pequeníssimo que seja, para as contas abaixo indicadas e dê-nos, se assim o entender, os seus elementos identificativos.

Banco Espírito Santo(BES)

 

NIB

 

0007 0404 00133490007 85

 
Ficha de Inscrição

Ficha de Inscrição para Sócios

Download versão docx

Download versão Word97/2003

    
Inicio

postheadericon Notícias

postheadericon Mia Couto entre os participantes da 2ª Edição das Conferências do Estoril

Mia Couto, Francis Fukuyama, Jordi Pujol e Nouriel Roubini contam-se entre os participantes da 2.ª edição das Conferências do Estoril, a realizar no centro de congressos da localidade de 4 a 6 de Maio, foi hoje anunciado. 'Desafios Globais, Respostas Locais' é o título da palestra em que participa o escritor moçambicano, que se junta assim a outros nomes conhecidos da política, da filosofia e economia. Biólogo de formação, Mia Couto é o escritor moçambicano mais traduzido e divulgado no exterior tendo obtido galardões em vários países. Entre os galardões atribuídos a Mia Couto constam o Prémio Literário Vergílio Ferreira (1999) e o Mário António (2001), que distingue obras e autores dos países africanos lusófonos. Norte-americano de origem nipónica, Francis Fukuyama é um filósofo e economista neoconservador que foi um dos pilares do Governo de Reagan. Nouriel Roubini é um economista turco de origem judia naturalizado norte-americano, professor da Stern School of Business da Universidade de Nova York. O político Jordi Pujol foi presidente do Governo Autónomo da Catalunha durante 23 anos. Opositor ao regime de Franco, Pujol foi preso e torturado, e depois da democratização de Espanha foi fundador e líder da coligação nacionalista catalã Convergència i Unió. Esta é a segunda edição das Conferências do Estoril que, mais uma vez, irão juntar líderes mundiais e personalidades conhecidas de organizações internacionais, não governamentais, de universidades e centros de pesquisa e desenvolvimento. Quatro painéis dedicados a outros tantos temas específicos - arquitectura global, economia, segurança e terrorismo, sustentabilidade e políticas locais - constam também do programa das conferências. A organização das conferências do Estoril atribuiu recentemente o prémio escultura a Pedro Léger Pereira. O galardão tem um montante de 15.000 euros. O prémio é feito por concurso directo a um conjunto restrito de escultores nacionais e esta edição visava a produção de uma escultura relativa ao Book Prize 2011, um prémio de 70.000 euros atribuído no âmbito das Conferências do Estoril para o melhor livro recentemente publicado sobre o tema da globalização. Além destes dois prémios, as conferências do Estoril atribuirão ainda uma bolsa no montante de 15.000 euros à melhor proposta de projecto de investigação em português por jovens até aos 30 anos.

Fonte: Sol  

 

postheadericon Novo investimento da Galp Energia em Moçambique

A Galp Energia investirá 11 milhões de euros na construção de dois depósitos de gás de petróleo liquefeito (GPL) na Matola, sul de Moçambique, com capacidades de armazenamento de seis mil metros cúbicos, anunciou esta terça-feira, 25, Fernando Gomes. Fernando Gomes, administrador executivo da empresa, disse que o projecto a ser desenvolvido a partir desde ano na cidade da Matola permitirá que o abastecimento de GPL no país seja feito por via marítima e não por camião. Falando aos jornalistas momentos após a inauguração de um posto de abastecimento da Galp em Maputo, o administrador executivo da Galp Energia apontou alguns projectos a serem desenvolvidos pela companhia em Moçambique. Segundo Fernando Gomes, a Galp está envolvida na exploração petrolífera na bacia do Rovuma, norte do país, onde está a desenvolver um enorme bloco "cujo primeiro poço será perfurado no mês de Maio". "A Galp não está apenas interessada na distribuição de combustíveis e do GPL. Tem duas outras apostas: está envolvida no projecto nacional de biocombustíveis em várias regiões. Este ano, as primeiras sementes já produzidas em Moçambique vão ser transformadas em óleo e biodiesel pela primeira vez", garantiu Fernando Gomes. Numa parceria com a empresa pública, a Petróleo de Moçambique (Petromoc), a Galp está a desenvolver projectos na área da agricultura. Segundo Fernando Gomes, a Galp e a Petromoc vão comprar "toda a produção de jatropha dos agricultores", garantindo, no entanto, aos produtores "um rendimento mínimo das suas produções". Ontem, a Galp inaugurou o 20.º posto de abastecimento de combustível em Moçambique, num investimento de 366 mil euros. Em Moçambique, a Galp tem uma quota de mercado de 13%.

Fonte: RM/Lusa


 

 

postheadericon Portos de Maputo e Matola prontos para receber navios com capacidade até 80 mil toneladas de carga

Os portos do Maputo e Matola estão aptos para receber navios com capacidade até 80 mil toneladas de carga, com a conclusão da dragagem do canal de acesso e dos cais das terminais de cereais, combustíveis, carvão e de contentores. Antes desta limpeza, que resultou na remoção de cerca de dois milhões de metros cúbicos de sedimentos e outros 50 mil metros cúbicos de pedra, a capacidade estava limitada a navios até 50 mil toneladas, facto que além de onerar as operações tornava os portos pouco competitivos e orientados apenas a mercados considerados de pequena monta. Orçada em 20 milhões de dólares norte-americanos, a operação de dragagem, que incluiu a ampliação do canal de acesso, iniciou em Setembro de 2010, tendo sido concluída ontem com a entrega formal da obra pelo empreiteiro.

Continuar...

 
Ver Mais...
Faixa publicitária
Publicidade
Galeria de Eventos
  • Conversa com o músico moçambicano Patxutxu:
    “ A vida de um artista Moçambicano em Portugal!”

  • Reabertura do Bar Espaço Moçambique

  • "Moçambique - Imagens de um país real..." - Exposiçao de Fotografia de Ana Rita Martins

  • "Comemoração do Dia 4 de Outubro, Dia da Paz em Moçambique e Dia 5 de Outubro, Implantação da Republica"