Get Adobe Flash player
001_Postal
002_Postal
003_Postal
004_Postal
01 (2)
01
04
05
06 (2)
06
07 (2)
07
08
09
10
11
12 (2)
12
13
14
15
18
20
21
23
23042009069
24
25
26
27
28
29
30
31
32
33
34
35
36
38
39
40
41
42
43
44
45
A-Descri��o Ilha de Mo�ambique
B-Postal Ilha de Mo�ambique
C-Ilha de Mo�ambique
D-Ilha de Mo�ambique
E-Ilha de Mo�ambique
F-Ilha de Mo�ambique
G-Ilha de Mo�ambique
Gorongosa3b
H-Ilha de Mo�ambique
I-Ilha de Mo�ambique
J-Ilha de Mo�ambique
K-Fazenda Muchelia
L-Fazenda Muchelia
M-Fazenda Muchelia
N-Fazenda Muchelia
O-Fazenda Muchelia
P-Fazenda Muchelia
Q-Fazenda Muchelia
R-Fazenda Muchelia
S-Fazenda Muchelia
T-Fazenda Muchelia
U-Fazenda Muchelia
V-Reformados da fazenda
X-A caminho da fazenda
Z- A caminho da fazenda
ZAA- Chegada a Nampula
ZAB-Viagem Nampula-Ilha
ZAC-Viagem Nampula-Ilha
ZAD-Viagem Nampula-Ilha
ZAE-Viagem Nampula-Ilha
ZAF-Viagem Nampula-Ilha
ZAG-Viagem Nampula-Ilha
Eventos APM

Novas iniciativas da APM brevemente!

Donativos

Para promover o desenvolvimento cultural, cívico, económico e social de ambos os povos português e moçambicano torna-se necessário o seu contributo, o seu donativo, seja benemérito, apoie esta Associação transfira o seu valor pequeníssimo que seja, para as contas abaixo indicadas e dê-nos, se assim o entender, os seus elementos identificativos.

Banco Espírito Santo(BES)

 

NIB

 

0007 0404 00133490007 85

 
Ficha de Inscrição

Ficha de Inscrição para Sócios

Download versão docx

Download versão Word97/2003

    
Inicio

postheadericon Notícias

postheadericon Livro de Condolências Mestre Malangatana


INFORMAÇÃO

 

Em homenagem ao Mestre Malangatana, encontra-se aberto no Consulado de Moçambique no Porto um Livro de Condolências, cuja assinatura deverá decorrer de 12 a 14 do corrente mês.


Consulado  Geral da República de Moçambique no Porto e Zona Norte de Portugal

 

(Morada do Consulado Geral da República de Moçambique no Porto e Zona Norte de Portugal -  R. Santos Pousada 441 - S 4 Porto)

 

postheadericon Governo de Moçambique decreta luto de dois dias

O presidente , Armando Guebuza, assegurou hoje que as autoridades do país realizarão um “funeral condigno, que representa aquilo que é Malangatana”, no dia em que o governo decretou “luto nacional de dois dias” pela morte do pintor. O Conselho de Ministros de Moçambique reuniu-se hoje na sua primeira sessão extraordinária de 2011 em que debateu um único ponto: “o desaparecimento físico de Malangatana Valente Nguenha”. Falando à Televisão de Moçambique, à saída do encontro, Armando Guebuza pronunciou-se hoje pela primeira vez sobre a morte de Malangatana no passado dia 05 de Janeiro. Malangatana, 74 anos, uma das maiores figuras do mundo da cultura de Moçambique e da lusofonia, faleceu na madrugada de quarta-feira no Hospital Pedro Hispano, em Matosinhos, Portugal, após doença prolongada. De acordo com a agência funerária, o corpo será transportado na terça-feira para Moçambique, onde decorrerá o funeral. “O governo vai fazer com que o seu funeral seja condigno e represente aquilo que é o Malangatana”, disse o chefe de Estado. “Sabemos o que ele significa para as artes e cultura, o que ele significa como homem humano com um sentido social muito profundo”, aliás, era “uma pessoa que se preocupava sempre com o maravilhoso povo para que fosse conhecido a nível internacional”, afirmou. Em declarações aos jornalistas, o porta-voz do Conselho de Ministros, Alberto Nkutumula, disse que o executivo de Maputo decidiu realizar um “funeral oficial” e decretou “luto nacional de dois dias a contar do dia da realização do funeral”. O governo decidiu ainda que “a Bandeira Nacional deve ser içada a meia haste em todo o território nacional e nas missões diplomáticas e consulares da República de Moçambique”. 

Fonte: Lusa



 

 

postheadericon Moçambique de Luto!

 
 
Comunicado
 
Associação Portugal Moçambique
 
05 de Janeiro de 2011
 

Moçambique de Luto!

 

 
Malangatana Valente Ngwenya faleceu hoje no Hospital Pedro Hispano em Matosinhos.
 
Malangatana Ngwenya nasceu a 06 de Junho de 1936 em Matalana, Marracuene, Província de Maputo. Frequentou a Escola Primária na terra natal e mais tarde estudou na Escola Comercial de Lourenço Marques, hoje Maputo. Tornou-se artista profissional em 1960. O início da sua obra tornou-se um grito de revolta contra a colonização a que estava sujeito.
 
Após a independência esteve envolvido na política e em vários movimentos associativos, tendo sido deputado pelo Partido FRELIMO de 1990 a 1994.

A vasta obra do célebre pintor, Mestre Malangatana é composta, além da pintura, por cerâmica, desenho, tapeçaria, aguarela, poesia e escultura e encontra-se em vários museus e galerias públicas, bem como em colecções privadas nas diversas partes do mundo.

Malangatana
era grande amigo da Associação Portugal Moçambique, cujo espaço, o Espaço Moçambique, sempre frequentava quando permanecia no Porto. De uma enorme simplicidade e humildade, convivia com os Portugueses e os Moçambicanos, transmitindo os seus conhecimentos e a sua rica experiencia de vida. Participava com ardor nos debates organizados no Espaço Moçambique, irradiando humanismo, sabedoria e muito calor humano. Sempre ajudou com empenho a Associação Portugal Moçambique. Acreditava que Moçambique e Portugal podem caminhar juntos rumo ao desenvolvimento e ao progresso.

Moçambique perde um grande artista e patriota, a Associação Portugal Moçambique perde um grande amigo, que ficará para sempre nos nossos corações.                       

       

Associação Portugal Moçambique

 

O Presidente da Direcção

 Luís Príncipe Santos

 

 
Ver Mais...
Faixa publicitária
Publicidade
Galeria de Eventos
  • Conversa com o músico moçambicano Patxutxu:
    “ A vida de um artista Moçambicano em Portugal!”

  • Reabertura do Bar Espaço Moçambique

  • "Moçambique - Imagens de um país real..." - Exposiçao de Fotografia de Ana Rita Martins

  • "Comemoração do Dia 4 de Outubro, Dia da Paz em Moçambique e Dia 5 de Outubro, Implantação da Republica"