Get Adobe Flash player
001_Postal
002_Postal
003_Postal
004_Postal
01 (2)
01
04
05
06 (2)
06
07 (2)
07
08
09
10
11
12 (2)
12
13
14
15
18
20
21
23
23042009069
24
25
26
27
28
29
30
31
32
33
34
35
36
38
39
40
41
42
43
44
45
A-Descri��o Ilha de Mo�ambique
B-Postal Ilha de Mo�ambique
C-Ilha de Mo�ambique
D-Ilha de Mo�ambique
E-Ilha de Mo�ambique
F-Ilha de Mo�ambique
G-Ilha de Mo�ambique
Gorongosa3b
H-Ilha de Mo�ambique
I-Ilha de Mo�ambique
J-Ilha de Mo�ambique
K-Fazenda Muchelia
L-Fazenda Muchelia
M-Fazenda Muchelia
N-Fazenda Muchelia
O-Fazenda Muchelia
P-Fazenda Muchelia
Q-Fazenda Muchelia
R-Fazenda Muchelia
S-Fazenda Muchelia
T-Fazenda Muchelia
U-Fazenda Muchelia
V-Reformados da fazenda
X-A caminho da fazenda
Z- A caminho da fazenda
ZAA- Chegada a Nampula
ZAB-Viagem Nampula-Ilha
ZAC-Viagem Nampula-Ilha
ZAD-Viagem Nampula-Ilha
ZAE-Viagem Nampula-Ilha
ZAF-Viagem Nampula-Ilha
ZAG-Viagem Nampula-Ilha
Eventos APM

Novas iniciativas da APM brevemente!

Donativos

Para promover o desenvolvimento cultural, cívico, económico e social de ambos os povos português e moçambicano torna-se necessário o seu contributo, o seu donativo, seja benemérito, apoie esta Associação transfira o seu valor pequeníssimo que seja, para as contas abaixo indicadas e dê-nos, se assim o entender, os seus elementos identificativos.

Banco Espírito Santo(BES)

 

NIB

 

0007 0404 00133490007 85

 
Ficha de Inscrição

Ficha de Inscrição para Sócios

Download versão docx

Download versão Word97/2003

    
Inicio

postheadericon Notícias

postheadericon Malangatana: Novos sonhos a preto e branco

 Exposição de Malangatana na Casa da Cerca - Centro de Arte Contemporânea, Câmara Municipal de Almada, de 23 de Outubro de 2010, a 9 de Janeiro de 2011. São 15 desenhos inéditos a tinta-da-china sobre papel com motivos eróticos no estilo peculiar do Mestre, e 6 pinturas sobre pedra mármore, pintadas a lápis de cera. Foi produzido um belo catálogo da exposição, com o mesmo título: Malangatana - Novos sonhos a preto e branco, (Org.) Ana Isabel Ribeiro. Almada, Edição da Casa da Cerca – Centro de Arte Contemporânea, Câmara Municipal de Almada, 2010, 80p. Ilustrado com reproduções das obras expostas, com textos de Maria Emília Neto de Sousa (presidente da Câmara), Ana Isabel Ribeiro, directora da Casa da Derca: «Notas sobre um pintor ou sobre a desinquietação da Alma»; Diana Andringa: «Era uma vez um pintor que havia em Moçambique»; e uma «Biografia» de Malangatana, com um texto e fotografia de Filomena André.

Fonte: Eduardo Medeiros.  

 

postheadericon Histórias pintadas em sonhos de azul

Na imponente hall da sede da Caixa Geral de Depósitos, em Lisboa, encontra-se desde 12 de Novembro a exposição de Roberto Chichorro: Histórias pintadas em sonhos de azul. São 43 trabalhos (42 + 1), cada qual num formato que varia entre os 40x32 cm e os 70x50 cm, na habitual paleta e técnica do autor. Mas com uma novidade de monta no conjunto: um amplo bestiário imagético presente, bestiário que noutras exposições aparece sempre, mas mais reduzido. Aqui, de quadro para quadro, encontramos os seus passarinhos azuis, mais a coruja e o milhafre, quiçá a águia, a cabra e o bode, que nunca faltam, o crocodilo, macaco, jibóia, burro, raposa, leopardo, peixe, coelho, camaleão, galo, e, sobretudo, nesta exposição, o touro (ou o Minotauro, vá-se lá saber). Alguns destes trabalhos serviram, no todo ou em parte, para ilustrar Outras Histórias infantis escritas por «figuras publicas de conhecido mérito, com as mais diversas formações e experiências de vida», livrinho que está à venda nas instalações da Agência local da CGD, cujo produto se destina a uma Bolsa de Valores Sociais, para facilitar o encontro entre Organizações da Sociedade Civil. A exposição encerra no dia 6 de Janeiro de 2011. Para o preçário e outras informações dirigir-se ao balcão de informações da Sede, junto da mostra.

Fonte: Eduardo Medeiros

 

postheadericon LAM aumenta o número de voos semanais para Tete

A Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) aumentou este ano de 4 para 17 o número de voos semanais para Tete sendo ainda possível que esse número venha a crescer, disse em Tete o director provincial dos Transportes e Comunicações de Tete. A cidade de Tete dispõe actualmente de 21 voos semanais, sendo 17 da LAM, a companhia de bandeira de Moçambique, e os restantes da sul-africana Airlink, que liga a capital moçambicana do carvão e o coração económico da África do Sul, a cidade de Joanesburgo. A South African Airways (SAA), a companhia sul-africana de bandeira ainda não voa para a cidade de Tete, capital da província que tem estado a despertar interesse de muitas empresas interessadas em investir na exploração de carvão, entre elas a brasileira Vale, a australiana Riversdale Mining e a Coal India, entre outras. O fluxo de investimentos no sector carbonífero, particularmente em alguns distritos de Tete entre os quais Moatize, justifica o aumento de frequência de voos para a província de Tete. A empresa Linhas Aéreas de Moçambique tem estado a efectuar avultados investimentos, que ascendem a 100 milhões de dólares, na modernização da sua frota, visando a substituição dos aviões Boeing 737-200 pelos Bombardier 400 e Embraer 190 adquiridos no Canadá e no Brasil, respectivamente. Além de ter iniciado carreiras regulares para a capital angolana Luanda, a administração da LAM anunciou em Fevereiro passado que até ao final do ano iria retomar os voos para Lisboa, a capital de Portugal, uma rota que é explorada pela transportadora TAP - Air Portugal em regime de "code-share" com a LAM.

Fonte: O Rádio Moçambique  

 
Ver Mais...
Faixa publicitária
Publicidade
Galeria de Eventos
  • Reabertura do Bar Espaço Moçambique

  • "Moçambique - Imagens de um país real..." - Exposiçao de Fotografia de Ana Rita Martins

  • "Comemoração do Dia 4 de Outubro, Dia da Paz em Moçambique e Dia 5 de Outubro, Implantação da Republica"

  • Encontro Sectorial Moda AESE - 28 de Novembro
    Participação de
    duas estilistas
    Moçambicanas
    (Sheila e Adélia Tique)